Saídas de ETFs de Bitcoin e incerteza do Fed impulsionam declínio do mercado de criptomoedas

Last Updated:
Bitcoin ETF Outflows and Fed Uncertainty Drive Cryptocurrency Market Decline
  • O Bitcoin cai abaixo de US$ 63.000 devido a saídas prolongadas de ETFs e incerteza econômica mais ampla.
  • Os 100 principais ativos digitais caem 5% em uma semana, sinalizando redução do apetite por risco entre os investidores.
  • Próximos ETFs dos EUA para Ether e interesse contínuo em Solana, apesar dos contratempos do mercado.

O mercado de criptomoedas sofreu reveses significativos, marcando seu segundo pior desempenho semanal de 2024. Dados da Bloomberg indicam que os 100 principais ativos digitais caíram 5% na semana passada, a queda mais acentuada desde abril. Essa desaceleração coincide com uma diminuição na demanda por fundos negociados em bolsa (ETFs) relacionados ao Bitcoin e incerteza persistente sobre as estratégias de política monetária do Federal Reserve dos EUA.

O Bitcoin, principal criptomoeda, caiu abaixo de US$ 63.000 na segunda-feira, atingindo uma mínima de um mês. Esse declínio foi alimentado por uma saída consistente dos ETFs de Bitcoin dos EUA, que viram retiradas por seis dias consecutivos. Analistas estão interpretando o recuo nas moedas digitais como um possível indicador de diminuição do apetite por risco em mercados mais amplos.

David Lawant, chefe de pesquisa da FalconX, observa que as condições atuais do mercado são caracterizadas por baixa volatilidade e volumes de negociação suaves. Ele ressalta que as carteiras de pedidos tendem a se desequilibrar à medida que os preços flutuam, especialmente nos extremos de sua faixa. Esse sentimento se reflete no desempenho de outras criptomoedas, como Ether e Solana, que tiveram suas maiores sequências de perdas semanais desde o ano passado e 2022, respectivamente.

Apesar desses desafios, a indústria cripto está antecipando alguns desenvolvimentos positivos. Várias empresas de fundos estão se preparando para lançar os primeiros ETFs dos EUA que investirão diretamente no Ether, o segundo maior criptoativo. Enquanto isso, a Solana continua a atrair o interesse de vários fundos de hedge de ativos digitais, apesar de suas perdas recentes.

Além disso, os mineradores de Bitcoin venderam uma enorme quantidade de suas participações em Bitcoin em junho. De acordo com um relatório da IntoTheBlock, as reservas dos mineradores diminuíram em mais de 30.000 BTC, ou cerca de US$ 2 bilhões, desde o início do mês. Isso sugere que os mineradores estão enfrentando estresse financeiro e estão sendo forçados a vender seu Bitcoin para cobrir os custos.

Disclaimer: The information presented in this article is for informational and educational purposes only. The article does not constitute financial advice or advice of any kind. Coin Edition is not responsible for any losses incurred as a result of the utilization of content, products, or services mentioned. Readers are advised to exercise caution before taking any action related to the company.